Como fazer a transição para ver seu terapeuta online



Ver um terapeuta implicava estar na mesma sala que ele, mas não mais. A teleconferência tornou possível consultar um profissional de saúde mental à distância.

Com os requisitos recentes para o distanciamento social, muitos terapeutas e clientes tiveram que interromper seu trabalho ou tomar outras providências, incluindo reuniões por videoconferência. 


Estou prestando serviços de teleterapia há cerca de uma década e, no ano passado, passei a fazer apenas teleterapia. Aqui estão algumas perguntas e problemas comuns que surgem quando se pensa em fazer a transição. 


Meu terapeuta concordará com sessões online?


Alguns terapeutas (inclusive eu) estão entusiasmados com o uso da teleterapia, outros nem sequer o usam, e um grande número de terapeutas o aborda com algumas reservas. Fiquei surpreso com a quantidade de terapeutas que agora estão adotando a terapia online por causa do surto de COVID-19 e o resultante distanciamento social. A maioria dos terapeutas geralmente parece achar que é uma abordagem muito benéfica. 


Mesmo entre os terapeutas que conheço que eram céticos em relação às sessões online no passado, a maioria se abriu para a ideia. Eles parecem reconhecê-lo como uma boa opção para evitar uma interrupção prematura do relacionamento terapêutico e para dar continuidade aos cuidados. 


Será estranho? 


Se você geralmente se sente à vontade para se comunicar através de uma tela (por exemplo, Skype, FaceTime), provavelmente ficará à vontade para mudar para a terapia online. Se você não suporta essa forma de comunicação, provavelmente terá mais dificuldade com ela. Das dezenas de clientes que tratei por teleterapia, a maioria parece achar a transição mais suave do que o esperado. A terapia tende a ser intensa e, com rapidez suficiente, é provável que você esqueça o meio e se concentre no trabalho. 


Dito isto, espere algumas diferenças com a teleterapia. É diferente quando você não está na mesma sala com alguém e está experimentando duas dimensões espaciais, em vez de três. Também pode ser mais difícil entender a linguagem corporal através de um vídeo. E embora a maioria dos meus clientes parecesse estar confortável em fazer a troca, alguns não o acharam, ou consideraram a transição bastante desafiadora. Surgem problemas técnicos ocasionais (como um atraso no áudio e no vídeo), mas geralmente podem ser tratados com um pouco de paciência e humor.  


É eficaz?


Pesquisas sugerem que a terapia por videoconferência pode ser muito eficaz, e essa também tem sido minha experiência clínica. Depende de você e seu terapeuta, é claro, mas, em geral, você deve esperar que seja útil se estiver achando a terapia pessoalmente útil. 

Pessoalmente, algumas das experiências clínicas mais poderosas que testemunhei ocorreram através da teleterapia. Na minha própria prática, eu já vi isso funcionar para pessoas que lidam com coisas como depressão, ansiedade, transtorno obsessivo-compulsivo, insônia, problemas de relacionamento, tristeza e trauma.  


Como funciona?


Você e seu terapeuta concordam com uma plataforma a ser usada (ou, em alguns casos, podem decidir renunciar ao vídeo e simplesmente falar por telefone ou por chat). Alguns contam com o Skype, FaceTime, Zoom, Whereby, entre outros.


Como devo me preparar para minhas sessões?


Alguns pontos importantes e refinados sobre a logística da teleterapia:


  • Faça um teste do software com antecedência para sua própria tranquilidade e para garantir que ele funcione e verifique se você possui as informações de contato do seu terapeuta (por exemplo, nome de usuário do Skype).

  • Encontre um local em sua casa em que você tenha o máximo de privacidade possível. Isso pode ser um desafio se as crianças e/ou outros membros da família estiverem sempre em casa (ou trabalharem em casa).

  • Nesse sentido, recomendo fones de ouvido para privacidade e também melhor qualidade de som. Dessa forma, a voz do seu terapeuta não será realimentada no microfone e nos alto-falantes.

  • Certifique-se de que você está sentado em algum lugar que seja confortável durante toda a sua sessão.

  • Coloque sua tela em uma superfície estável, pois movimentos excessivos podem criar uma sensação de enjoo para o seu terapeuta. Se eles são novos na teleterapia e sua tela está girando, peça que eles façam o mesmo.

  • Um ponto importante: tente colocar a parte superior da cabeça perto da parte superior da tela do vídeo, e não na metade inferior da tela. Dessa forma, quando eles estiverem olhando para o seu rosto, eles estarão olhando mais ou menos para a câmera (supondo que esteja na parte superior do computador), para que pareçam estar olhando para você.  

  • Certifique-se de fechar o e-mail e desativar as notificações que podem ser uma distração e diluir a experiência para você. Você quer ter toda a atenção focada na sua sessão.

  • Feche também os programas que podem diminuir a capacidade de processamento do seu computador e interferir na qualidade do vídeo. 

  • Você também pode precisar estabelecer acordos de pagamento com seu terapeuta, se você geralmente paga pessoalmente. Alguns terapeutas passarão os dados para transferência, ou algum link de pagamento eletrônico. Descubra o que eles preferem. 


Existem outras vantagens da terapia online?


Uma das vantagens da terapia online que você notará imediatamente é que não há tempo de viagem envolvido; portanto, suas sessões provavelmente levarão muito menos do seu dia. Com isso em mente, convém aumentar o tempo de transição para dentro e fora da terapia, pois o tempo de viagem até o consultório geralmente fornece um espaço para processar antes e depois da sessão. Pode ser desafiador, por exemplo, retornar diretamente aos cuidados com as crianças após uma sessão emocional. Uma pausa de 10 minutos para processar e digerir a sessão pode fazer uma grande diferença. 


Você também nunca precisará cancelar por causa de chuvas intensas, trânsitos enormes e não há preocupações sobre se você pode transmitir uma doença que pode ser contagiosa ao seu terapeuta (ou vice-versa). Também é possível ver seu terapeuta quando você estiver viajando, assim como eu posso ver clientes quando estou viajando. 


E se meu terapeuta não fizer sessões online?


Se o seu terapeuta atual não estiver aberto à teleterapia, considere falar com um novo terapeuta que ofereça sessões online. Obviamente, não é o ideal ter que começar de novo com alguém novo, especialmente se você procura um terapeuta há algum tempo. Mas pode ser sua única opção se você estiver comprometido em continuar a terapia com o mínimo de interrupção possível.


Se você não quiser começar com uma nova pessoa, considere outros recursos durante o hiato ao consultar seu terapeuta (e trabalhe com ele no plano, se possível). Por exemplo, pode haver livros, breves cursos online ou outros recursos que ajudarão você a continuar o trabalho. Seu terapeuta pode estar aberto a fazer breves check-ins por telefone durante esse período. 


Procure apoio adicional de seus entes queridos e cuide de suas necessidades básicas, como sono, alimentação saudável e exercícios, para manter seu corpo e mente saudáveis. Você pode achar que escrever em um diário é útil durante esse período, pois demonstrou ser uma maneira eficaz de processar pensamentos e emoções.


Pense nisso


Se você está pensando em teleterapia, converse com seu terapeuta e veja se vale a pena tentar. Você não precisa saber com antecedência se é a decisão certa para você - você sempre pode planejar fazer um número limitado de sessões para ver como vai ser. Se funcionar bem, pode ser uma maneira conveniente e econômica de continuar o importante trabalho da terapia.  


Fonte: https://www.psychologytoday.com/us/blog/think-act-be/202003/how-transition-seeing-your-therapist-online (traduzido e adaptado)


Esta postagem não substitui a psicoterapia.

Procure um profissional da área para ajudá-lo.


Ivana Siqueira

Psicóloga Clínica

CRP 05|40028


Rio de Janeiro - RJ

Atendimento presencial e online

contato@ivanapsicologia.com

50 visualizações

Atendimento presencial e online

Endereços:

Saens Pena Medical Center

Rua Conde de Bonfim, 255

Tijuca, Rio de Janeiro, RJ

Barra Point Shopping

Av. Armando Lombardi, 350

Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, RJ

Horários:

Tijuca

Segunda: 10h às 20h

Terça: 08h às 20h

Quinta: 08h às 20h

Sexta: 08h às 20h

Barra da Tijuca

Quarta: 10h às 21h

Contato:

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

© 2018 by Ivana Siqueira. Todos os direitos reservados.